Time

Furacão em Casa: Filmes, séries e futebol no videogame distraem Léo Cittadini na quarentena

A paralisação das atividades no Athletico Paranaense começou, por completo, na última quarta-feira (18). Dois dias antes, os jogadores do elenco principal foram comunicados que não teriam mais treinos no CAT Alfredto Gottardi, medida preventiva por conta do avanço do Covid-19, o novo coronavírus.

Mais de uma semana depois, os atletas tentam se adaptar às novas rotinas. Para encerrar a série “Furacão em Casa”, após contar sobre o dia a dia de Santos, Lucas Halter, Wellington, Nikão, Guilherme Bissoli e Bolinha, escolhemos o meia Léo Cittadini.

Natural de Rio Claro (SP), o jogador decidiu ficar em Curitiba, junto com a esposa. Em casa, não deixa de treinar nenhum dia. Mas é em frente à televisão que Cittadini tenta fazer com que o isolamento passe mais rápido. Filmes, séries e jogos de futebol, que se limitam ao videogame.

“Estou treinando todos os dias, com a orientação que foi passada pelos profissionais do Athletico. Tentando manter a forma, para estar bem quando tudo isso passar”, disse. “Como lazer, tenho visto muita TV, assistido a muita série, jogando videogame e fazendo algumas coisas para tentar passar o tempo”, completou. 

Sócio Furacão, veja o vídeo completo no Furacão Play!

Mesmo fora do grupo de risco e sem contato externo, Cittadini leva à risca todas as orientações. “Estamos passando por um momento muito delicado devido a esse vírus. Estou tomando todos os cuidados possíveis, seguindo todas as recomendações. Tenho ficado em casa e higienizado sempre as minhas mãos, porque só assim o risco de contrair esse vírus é muito menor”, garantiu.

Aos brasileiros que estão em casa, o meia deixa uma mensagem de conscientização. “O recado que tenho para passar aos torcedores é que sigam todas as recomendações. Fique em casa, lave bem as mãos, para que em breve a gente vença essa batalha”, finalizou Léo Cittadini.

Comentários

Sonia Fagundes
3 meses

Excluir
Mostrar a quarentena dos jogadores profissionais é fácil, tds em suas confortáveis casas com seus familiares. Gostaria de saber a quarentena dos jogadores que moram no CT, e não tem condições de estar com seus familiares. O seu dia dia e o fazem para ter uma saúde mental em dia. Obrigada