Clube

Mais um capítulo do julgamento no TJD-PR envolvendo a “torcida humana”

Em razão da definição pelo Athletico da manutenção do projeto da “torcida humana” e não disponibilização de setor segregado para torcida visitante, no final do mês de fevereiro a 1ª Comissão Disciplinar do TJD-PR aplicou, por maioria, pena de 200 mil reais contra o Athletico e 360 dias de suspensão ao presidente.

Após recurso do Athletico e da Procuradoria do TJD-PR, os membros do Pleno do Órgão (Dr. Luciano Costenaro, Dr. Cesar Gradela, Dr. Daniel Andreatta, Dr. Valdomiro Neto, Dr. Rafael Melo e o Dr. Adelson Batista) decidiram, por maioria, em aplicar pena de multa de 100 mil reais para o CAP, considerando-se descumprida uma única conduta e, ainda, manter a pena de 360 dias de suspensão.

Neste contexto, chama atenção o voto proferido pelo Dr. Adelson Batista, que rejeitou todas as preliminares e deu provimento integral ao recurso da Procuradoria para, entendendo que houve o descumprimento de quatro condutas, majorar a multa para 400 mil reais. Não bastasse essa situação, o Dr. Adelson votou para que fosse aplicada a mesma punição ao Athletico e ao presidente nos Autos 17/2019, que discute a mesma matéria e foi extinto para que não houvesse uma dupla punição pelo mesmo fato, de acordo com o entendimento dos demais auditores que compunham o julgamento. Ou seja, absurdamente o Dr. Adelson queria punir o Athletico em uma multa de 800 mil reais e dobrar a pena de suspensão para 720 dias. Uma aberração.

O Athletico irá recorrer desta decisão proferida pelo Pleno do TJD-PR para o STJD, mas vem novamente perante os seus torcedores lamentar a forma que as questões referentes ao futebol paranaense estão sendo tratadas pelo nosso Tribunal de Justiça Desportiva.

Na semana anterior, este mesmo Tribunal (1ª Comissão Disciplinar) absolveu o Coritiba Foot Ball Club e o seu presidente das condutas antidesportivas de incitação ao ódio, ofensa à honra por fato relacionado ao desporto e descumprimento de regulamento quanto à veiculação de publicidade, o que foi praticado por ocasião da mesma partida Athletiba. Mais estranho é que a Procuradoria do TJD-PR, neste caso, sequer apresentou recurso. Alguém viu alguma repercussão a este respeito?

O Athletico não admite ser prejudicado desta maneira e exige que os membros do TJD-PR atuem com independência, de maneira impessoal, sem paixões clubísticas e em conformidade com o seu fundamento constitucional. É por isto que o Athletico, mais uma vez, vem a público manifestar o seu inconformismo e dar conhecimento aos torcedores athleticanos das injustiças havidas.

Comentários

Laercio Pessoa De Oliveira
2 meses

Excluir
Concordo totalmente com a Dirce. Vir aqui comentar "torcendo" para que o Athletico seja punido ? Que torcedor é este ? Para mim são aqueles que perderam na última eleição e ainda não se conformaram.

Dirce Tomasiak
2 meses

Excluir
MUITO engraçado é que, os que se manifestam aqui, são a favor de punir o Atlhetico, pessoas e personagens de outras bandas.como o veículo informativo.uma vergonha de gente que não tem o que fazer e .autenticos invejosos.

Gilmar De Souza Costa
2 meses

Excluir
Esse negócio de torcida humana existe só na cabeça de quem assiste aos jogos no camarote, com toda a segurança possível.. Na quinta, pela libertadores, estava nas lanchonetes quando chegaram alguns torcedores do JW... Tudo normal, na maior tranquilidade, mas era, no mínimo constrangedor , ver os seguranças perguntando quais torcedores queriam ir ao banheiro e "fazer fila" para levá-los, como se fosse jardim da infância... Quero ver contra o boca o que vai rolar... pq será uma torcida muito maior e como sabemos, algumas áreas da torcida do boca não são pacíficas... Todo mundo misturado... a chance de brigas não são pequenas... Mas... pra quem ta no camarote da diretoria, isso não é problema... O Athletico deveria de uma vez por todas voltar com o setor visitante..

Rodrigo Geronasso Eggers
2 meses

Excluir
Infelizmente pagamos sempre pela arrogancia e por ser autoritário, pelaa coisas que só ele acha que esta certo e com o que ele faz com o clube, acho que esta na hora do Athletico Pr rever alguns conceitos, aumenta o valor do ingresso como ele quer, exige 6 meses de fidelidade também sem aviso prévio, essa briga com a torcida organizada, mudanças das entradas da torcida a cada jogo, então não e ele e nem o seu fantoche perde com isso, sempre quem sofre as consequências e sempre a sua torcida e a instituição porque um dia eles vão sair do clube e a instituição fica e os torcedores também, essa torcida única e bela de uma besteira porque dentro do estádio não há briga e sim no terminal isso e questão social e não tem nada haver com o futebol. tem que punir com prisão e proibir a ida de vândalos ao estádio.

GUSTAVO DEBONI
2 meses

Excluir
ACHO RÍDICULA ESTA BIRRA! NÃO PERCBEM QUE PREJUDICAM O CLUBE?

Cleverson Alexandre Santos
2 meses

Excluir
Concordo só no que diz respeito a punição ao cosha, sobre o CAP e seu Fantoche serem punidos estou de acordo.

Alfredo Sarnik
2 meses

Excluir
Como sou contra torcida única e contra tanta teimosia dos dirigentes, tomará que o recurso no STJD, também não seja favorável ao Athletico .