Resumo do jogo

Rápido e mortal!

CAP 1
Copa do Brasil 2021
Terceira fase - Jogo de volta
0 AVA

Mais uma vitória e mais uma classificação!

Apenas 32 segundos se passaram entre o apito inicial e a bola na rede. O Athletico venceu o Avaí por 1 a 0 e garantiu a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Vitinho foi o autor do gol relâmpago, que mantém o Furacão em quatro competições na temporada.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

Foi uma grande jogada rubro-negra logo no primeiro lance do jogo. De pé em pé, a bola passou por Khellven, Jadson e Nikão, que levantou na área. Renato Kayzer desviou e ela caiu nos pés de Vitinho, que soltou a bomba de primeira!

O golaço era o suficiente para colocar o Athletico na próxima fase. Mas o time ainda teria que suar muito para assegurar a classificação. O Avaí partiu com tudo em busca do empate e deu trabalho para a defesa athleticana. 

Na melhor chance do adversário no primeiro tempo, Santos fez grande defesa em cobrança de falta de Lourenço. O Furacão teve a oportunidade de ampliar aos 29′, em mais uma bola jogada de Vitinho, que finalizou muito perto da trave.

Depois do intervalo, o Athletico mais uma vez começou encurralando o Avaí. Logo no começo da etapa final, Jadson e Nikão estiveram muito perto de marcar.

O Avaí voltou a equilibrar as ações e o Rubro-Negro criou novas chances já nos minutos finais. David Terans, que entrou no lugar de Renato Kayzer, chegou perto em uma cobrança de falta e após receber um passe de cabeça de Nikão dentro da área.

Mas o que resolveu o jogo foi mesmo o gol mais rápido da história do Furacão na Copa do Brasil. Com o empate em 1 a 1 no primeiro jogo, o triunfo por 1 a 0 no Caldeirão colocou o Athletico nas oitavas. O adversário será definido em sorteio.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 Avaí
Copa do Brasil 2021: 3ª fase – Jogo de volta
Data: 06/06/2021
Horário: 19h
Local: Estádio Joaquim Américo

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Jucimar dos Santos Dias (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos (BA)
Quarto árbitro: Leonardo Sígari Zanon (PR)

Athletico Paranaense: Santos; Khellven (Marcinho, aos 22′ do 2º tempo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard, Christian (Léo Cittadini, aos 22′ do 2º tempo) e Jadson (Carlos Eduardo, aos 9′ do 2º tempo); Nikão, Renato Kayzer (David Terans, aos 35′ do 2º tempo) e Vitinho
Técnico: António Oliveira
Gol: Vitinho, a 1′ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Vitinho e Thiago Heleno

Avaí: Gledson; Edílson, Alemão, Alan Costa e Diego Renan; Bruno Silva, Lourenço (Jô, aos 37′ do 2º tempo) e Giovanni (Serrato, aos 25′ do 2º tempo); Renato (Valdívia, aos 25′ do 2º tempo), Vinícius Leite (João Lucas, aos 37′ do 2º tempo) e Getúlio (Jonathan, aos 14′ do 2º tempo)
Técnico: Claudinei Oliveira
Cartões amarelos: Edílson, Giovanni e Bruno Silva

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

CAP AVA
9
Finalizações
9
2
Finalizações no gol
2
6
Finalizações para fora
6
1
Finalizações bloqueadas
1
3
Chances reais
2
7
Escanteios
3
4
Impedimentos
1
4-3-3
28
Vitinho
79
Renato Kayzer
11
Nikão
10
Jadson
25
Richard
88
Christian
8
Nicolas
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
13
Khellven
1
Santos
  • Anderson
  • Bento
  • Felipe Aguilar
  • José Ivaldo
  • Marcinho
  • Márcio Azevedo
  • Jaime Alvarado
  • Léo Cittadini
  • Fernando Canesin
  • David Terans
  • Vinicius Mingotti
  • Carlos Eduardo
  • Técnico
  • António Oliveira

Arbitragem

Árbitro:

Marielson Alves Silva (BA)

Auxiliares:

Jucimar dos Santos Dias (BA)

José Carlos Oliveira dos Santos (BA)

Quarto árbitro:

Leonardo Sígari Zanon (PR)

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados