CAP 0
1º T
0'
5 0 ACG
Copa do Brasil 2021
Oitavas de final - Ida
Resumo do jogo

Revés fora do tempo

CSC 1
Brasileirão 2021
Rodada 12
0 CAP

Já tinham se passado os 90 minutos, mais seis minutos de acréscimo. Mas em um escanteio batido aos 53' do segundo tempo, o Ceará conseguiu marcar. Derrota do Furacão por 1 a 0 em Fortaleza, neste sábado (17), pelo Brasileirão.

Com o resultado, o Athletico permanece com 20 pontos na tabela de classificação. Agora, são seis vitórias, dois empates e três derrotas, em 11 partidas disputadas.

O próximo desafio rubro-negro no campeonato será no domingo da semana que vem (25), contra o Internacional, no Caldeirão. Antes, tem o jogo de volta contra o América de Cali, pelas oitavas de final da CONMEBOL Sul-Americana, na próxima terça (20).

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

Na Arena Castelão, as primeiras chances de gol foram do Furacão. Carlos Eduardo chutou para fora e Christian bateu em cima da zaga. Mas a partida era truncada e nenhuma das equipes encontrava espaços da defesa adversária.

A melhor oportunidade rubro-negra no primeiro tempo aconteceu aos 34′. Carlos Eduardo recebeu pelo meio, avançou com a bola dominada e bateu forte. O goleiro defendeu e, no rebote, Márcio Azevedo tocou para Léo Cittadini, que tentou por cobertura e jogou nas mãos do arqueiro do Fortaleza.

E quando o Ceará chegou com mais perigo, Bento apareceu com uma defesa espetacular. Aos 38′, em cobrança de escanteio, a bola foi desviada e caiu nos pés de Cléber. Na pequena área, ele finalizou com força e o goleiro rubro-negro salvou no reflexo.

A segunda etapa teve ainda menos lances de perigo. O Ceará assustou no primeiro minuto, com um chute na trave de Cléber. O Athletico, em finalizações bloqueadas de Carlos Eduardo e David Terans.

Tudo se encaminhava para um 0 a 0 quando o árbitro apontou seis minutos de acréscimos. Na medida para um jogo com muitas paralisações. No último instante, o Ceará teve uma falta na entrada da área. A cobrança aconteceu já aos 52′. Mas após o chute na barreira, o árbitro ainda deixou o time da casa bater mais um escanteio.

Aos 53′, bate-rebate na área e na sobra Wendson mandou para o gol.

Ficha técnica: Ceará 1×0 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro 2021 – 12ª rodada
Data: 17/07/2021
Horário: 17h
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Jucimar dos Santos Dias (BA)
Quarto árbitro: Antonio Magno Lima Cordeiro (CE)
Árbitro de vídeo: Marcio Henrique de Gois (SP)

Ceará: Richard; Buiú, Messias, Gabriel Lacerda e Bruno Pacheco; Marlon (Kelvyn, aos 26′ do 2º tempo) e Fernando Sobral (Pedro Naressi, aos 38′ do 2º tempo); Vina (Wendson, aos 38′ do 2º tempo), Rick (Yony González, aos 17′ do 2º tempo) e Lima; Cléber (Cristiano, aos 38′ do 2º tempo)
Técnico: Guto Ferreira
Gol: Wendson, aos 53′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Marlon, Buiú e Cristiano

Athletico Paranaense: Bento; Khellven, Pedro Henrique, José Ivaldo e Nícolas; Carlos Eduardo (Nikão, aos 21′ do 2º tempo), Christian, Léo Cittadini e Márcio Azevedo (Vitinho, aos 8′ do 2º tempo); Jadson (David Terans, aos 21′ do 2º tempo) e Renato Kayzer (Matheus Babi, aos 39′ do 2º tempo)
Técnico: António Oliveira
Cartões amarelos: Vitinho e Léo Cittadini 

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

CSC CAP
18
Finalizações
10
6
Finalizações no gol
2
6
Finalizações para fora
3
6
Finalizações bloqueadas
5
5
Chances reais
2
5
Escanteios
5
2
Impedimentos
1
4-4-2
79
Renato Kayzer
10
Jadson
6
Márcio Azevedo
18
Léo Cittadini
88
Christian
96
Carlos Eduardo
8
Nicolas
27
José Ivaldo
34
Pedro Henrique
13
Khellven
99
Bento
  • Leonardo Linck
  • Anderson
  • Edu
  • Luan Patrick
  • Thiago Heleno
  • Jáderson
  • David Terans
  • Nikão
  • Matheus Babi
  • Vitinho
  • Vinicius Mingotti
  • Técnico
  • António Oliveira

Arbitragem

Árbitro:

Marielson Alves Silva (BA)

Auxiliares:

Elicarlos Franco de Oliveira (BA)

Jucimar dos Santos Dias (BA)

Quarto árbitro:

Antonio Magno Lima Cordeiro (CE)

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados