Resumo do jogo

Sem alegria em Salvador

BAH 1
Brasileirão 2020
Rodada 31
0 CAP

O Athletico não conseguiu fazer uma boa partida em Salvador. Contra o Bahia, o Rubro-Negro criou poucas oportunidades, sofreu um gol em contra-ataque e saiu de campo com um resultado adverso: 1 a 0 para o time da casa.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

O adversário manteve sua proposta de jogo durante os 90 minutos. Esperava o Athletico no campo de defesa e tentava aproveitar os contra-golpes. O Furacão trocava passes, tinha a posse de bola, mas não conseguia passar pela marcação adversária.

No primeiro tempo, a melhor chance athleticana aconteceu em um chute de Christian de fora da área. Vitinho ainda conseguiu finalizar duas vezes, mas sem levar perigo ao goleiro tricolor. O Bahia só chegou no comecinho do jogo, mas parou em Santos.

Quase nada mudou na segunda etapa. Carlos Eduardo, em um chute cruzado, fez o goleiro trabalhar.

Mas aos 19’, a aposta baiana deu resultado. Rossi recebeu lançamento, foi à linha de fundo e cruzou rasteiro para Thiago, que empurrou para a rede de carrinho.

Nos últimos minutos, o Furacão tentou pressionar com as entradas de Bissoli, Kayzer, Reinaldo e Bruno Leite. Mas o Bahia conseguiu se fechar e impedir as investidas rubro-negras, garantindo a vitória.

Agora, o Athletico se prepara para enfrentar o Flamengo, no próximo domingo (24). O jogo será às 16h, no Joaquim Américo.

Ficha técnica: Bahia 1×0 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro 2020: 31ª rodada
Data: 20/01/2021 [quarta-feira]
Horário: 18h
Local: Itaipava Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira (SP)
Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)
Quarto árbitro: Edvalter Marinho dos Santos (BA)
Árbitro de vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)

Bahia: Douglas; Nino Paraíba, Ernando, Juninho e Matheus Bahia; Gregore, Ramon (Ronaldo, aos 22’ do 2º tempo), Fessin (Rossi, aos 15’ do 2º tempo), Índio Ramírez (Edson, aos 33’, do 2º tempo) e Thiago (Alesson, aos 33’ do 2º tempo); Gabriel Novaes (Rodriguinho, aos 15’ do 2º tempo)
Técnico: Dado Cavalcanti
Gol: Thiago, aos 19’ do segundo tempo
Cartão amarelo: Ramon e Índio Ramírez

Athletico Paranaense: Santos; Jonathan (José Ivaldo, aos 28’ do 2º tempo), Pedro Henrique, Thiago Heleno e Khellven; Jaime Alvarado (Bruno Leite, aos 33’ do 2º tempo), Christian e Jadson; Vitinho (Reinado, aos 33’ do 2º tempo), Renato Kayzer (Guilherme Bissoli, aos 39’ do 2º tempo) e Carlos Eduardo (Walter, aos 39’ do 2º tempo)
Técnico: Paulo Autuori

Fotos: Mauricio Mano/athletico.com.br

BAH CAP
9
Finalizações
10
4
Finalizações no gol
3
4
Finalizações para fora
3
1
Finalizações bloqueadas
4
4
Chances reais
0
9
Escanteios
4
3
Impedimentos
2
4-3-3
96
Carlos Eduardo
79
Renato Kayzer
28
Vitinho
91
Jadson
88
Christian
15
Jaime Alvarado
13
Khellven
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
2
Jonathan
1
Santos
  • Jandrei
  • Bento
  • Felipe Aguilar
  • José Ivaldo
  • Lucas Halter
  • Richard
  • Bruno Leite
  • Bissoli
  • Walter
  • Reinaldo
  • Técnico
  • Paulo Autuori

Arbitragem

Árbitro:

Luiz Flávio de Oliveira (SP)

Auxiliares:

Danilo Ricardo Simon Manis (SP)

Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Quarto árbitro:

Edvalter Marinho dos Santos (BA)

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados