Resumo do jogo

Tabu mantido na Arena Condá

CHA 1
Brasileirão 2021
Rodada 26
1 CAP

O Athletico Paranaense não conseguiu quebrar o tabu na Arena Condá e empatou com a Chapecoense, na noite desta quarta-feira (13), pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Matheus Ribeiro marcou para os donos da casa, enquanto Christian anotou para o Furacão.

O Rubro-Negro volta aos gramados no domingo (17), às 16h, para encarar o Fluminense, em Curitiba.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

Em uma partida muito disputada, o time mandante começou melhor e já no primeiro minuto colocou Santos para trabalhar. Após cabeçada, o camisa 1 se esticou todo para espalmar e evitar o primeiro da partida.

O Athletico respondeu com uma jogada ensaiada em cobrança de escanteio, com Terans e Marcinho. Richard cabeceou para baixo, mas a bola acabou tocando no gramado e saindo por cima.

A Chapecoense abusava da força nas jogadas, deixando o jogo lento. O Athletico, por sua vez, não conseguia trabalhar a bola de maneira a ingressar na defesa adversária. Neste cenário, outra chance do time rubro-negro foi tentar de fora da área. Cittadini bateu com perigo, aos 24’, mas a bola foi por cima da meta.

Com a posse da bola com o Furacão, o time da casa apostava em jogadas de contra-ataque. Foi em uma dessa que, aos 35’, Anderson Leite recebeu passe da esquerda e bateu de dentro da área, com liberdade. A finalização, no entanto, não foi boa e a bola subiu demais.

Dois minutos depois, outra trama ofensiva da equipe catarinense. Desta vez Mike tabelou e ficou cara a cara com Santos. E aí valeu a qualidade do camisa 1 athelticano, que saiu bem e caiu para fazer a defesa à sua direita.

No intervalo, uma pequena confusão entre atletas das duas equipes resultou em cartões amarelos para Richard e Nikão, por parte do Athletico, e para Moisés, da Chapecoense.

A segunda etapa começou de forma oposta à primeira. A primeira chance, e até então a melhor de toda a partida, foi para o Furacão. Após levantamento na área, Abner ajeitou e Terans pegou de primeira. A bola caprichosamente parou na trave direita do goleiro. Na sobra, o camisa 80 tentou mais uma vez, mas a bola ficou na defesa.

Apesar de estar melhor postado em campo, o Athletico sofreu o gol. Matheus Ribeiro fez jogada individual no meio, tabelou na meia lua da grande área e acertou o canto esquerdo de Santos em chute de fora. 1 a 0, aos 12 minutos.

O jogo seguiu sem muitas emoções até os 43’. Foi quando Khellven fez um ótimo cruzamento e encontrou Christian na segunda trave. O camisa 88 completou para o fundo do gol decretando o empate na Arena Condá.

Ficha técnica: Chapecoense 1×1 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro 2021: 26ª rodada
Data: 13/10/2021 [quarta-feira]
Horário: 19h
Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Quarto árbitro: Edson da Silva
Árbitro de vídeo: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Público total: 935 torcedores
Renda: R$ 17.660,00

Chapecoense: Keiller; Matheus Ribeiro, Ignácio, Joilson, Jordan e Busanello (Mancha, aos 21’ do 2º tempo); Anderson Leite, Moisés Ribeiro (Ronei, aos 51’ do 2º tempo) e Lima; Mike (Kaio Nunes, aos 51’ do 2º tempo) e Rodriguinho (Perotti, aos 29’ do 2º tempo).
Técnico: Pintado
Cartão amarelo: Rodriguinho, Anderson Leite, Moisés e Busanello
Gol: Matheus Ribeiro, aos 12’ do 2º tempo.

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e José Ivaldo (Pedro Rocha, aos 15’ do 2º tempo); Marcinho (Khellven, no intervalo), Richard (Christian, aos 23’ do 2º tempo), Léo Cittadini e Abner (Pedrinho, aos 29’ do 2º tempo); Nikão, Renato Kayzer (Bissoli, aos 23’ do 2º tempo) e David Terans.
Técnico: Alberto Valentim
Gol: Christian, aos 43’ do 2º tempo
Cartão amarelo: José Ivaldo, Richard, Nikão, Thiago Heleno e Pedrinho

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

CHA CAP
14
Finalizações
14
6
Finalizações no gol
4
5
Finalizações para fora
7
3
Finalizações bloqueadas
3
6
Chances reais
4
5
Escanteios
8
3
Impedimentos
1
3-4-3
80
David Terans
79
Renato Kayzer
11
Nikão
16
Abner
18
Léo Cittadini
25
Richard
5
Marcinho
27
José Ivaldo
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
1
Santos
  • Bento
  • Nicolás Hernández
  • Lucas Fasson
  • Khellven
  • Márcio Azevedo
  • Pedrinho
  • Erick
  • Christian
  • Bissoli
  • Pedro Rocha
  • Vinicius Mingotti
  • Carlos Eduardo
  • Técnico
  • Alberto Valentim

Arbitragem

Árbitro:

Luiz Flavio de Oliveira

Auxiliares:

Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

Gustavo Rodrigues de Oliveira

Quarto árbitro:

Edson da Silva

Público e Renda

Total:

935

Pagante:

Não divulgado

Renda:

R$ 17.660,00