CAP 0
1º T
0'
5 0 ACG
Copa do Brasil 2021
Oitavas de final - Ida
Time

Com athleticanos em campo, Seleção Brasileira Olímpica goleia em amistoso na Sérvia

Foto: Lucas Figueiredo/ CBF

O goleiro Santos e o lateral-esquerdo Abner estiveram em campo. E com os athleticanos, a Seleção Brasileira Olímpica Masculina venceu os Emirados Árabes Unidos por 5 a 2 em amistoso realizado na tarde desta quinta-feira (15) no Estádio Karadorde, em Novi Sad, na Sérvia.

A partida serviu de teste para o selecionado masculino brasileiro, que disputa os Jogos Olímpicos de Tóquio a partir da próxima semana. O primeiro desafio é na quinta-feira (22), contra a Alemanha. Jogo que começa às 8h30 da manhã [horário de Brasília] no Estádio Internacional de Yokohama, na região metropolitana da capital japonesa.

Participação dos rubro-negros no jogo
O Brasil, que ficou duas vezes atrás no placar, chegou à virada e à goleada com gols de Diego Carlos, Reiner, Gabriel Martinelli e Matheus Cunha (duas vezes). Nino [Brasil], contra, e Abdalla Alnaqbi anotaram em favor dos EAU.

Titular do time brasileiro, o goleiro Santos participou de todos os 90 minutos do amistoso na Sérvia. Já o lateral-esquerdo Abner iniciou a partida no banco de reservas. Entrou aos 17 minutos da etapa final e ajudou o Brasil na reação.


O goleiro Santos, durante o hino nacional brasileiro antes da partida
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

Seleção viaja nesta sexta para o Japão
Vinte e dois jogadores estão com a Seleção Brasileira Masculina para a disputa dos Jogos Olímpicos. Da Sérvia, eles seguem de voo fretado para o Japão na madrugada desta sexta-feira (16). A partir daí, o time comandado pelo técnico André Jardine fica concentrado na cidade olímpica. A programação de treinos continua na tarde de sábado (17), no Hodogaya Park Soccer Field, em Yokohama.

Tabela da primeira fase
Dezesseis seleções nacionais participam do futebol masculino nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Na primeira fase, elas foram divididas em quatro grupos com quatro equipes cada.

O Brasil está no Grupo D e terá pela frente na primeira fase a Alemanha (22/07, às 8h30 da manhã), a Costa do Marfim (25/07, às 5h30 da manhã) e a Arábia Saudita (28/07, às 5h da manhã) – horários de Brasília [O fuso horário de Toquio está 12 horas à frente em relação ao da capital brasileira].

Os dois melhores de cada grupo vão para as quartas de final. A partir daí até a decisão do título, as partidas são eliminatórias com prorrogação e pênaltis em caso de empate no tempo normal.

A equipe Sub-23 dos Emirados Árabes Unidos não participa desta edição dos Jogos. O time comandado pelo espanhol Denis Silva se prepara para a Copa da Ásia da categoria, prevista para o ano que vem.

Busca pelo bicampeonato olímpico
O Brasil busca a segunda medalha de ouro consecutiva nos Jogos, algo que só Grã-Bretanha (1908 e 1912), Uruguai (1924 e 1928), Hungria (1964 e 1968) e Argentina (2004 e 2008) conquistaram na história.

Das 32 edições da “era moderna” dos Jogos Olímpicos, o futebol masculino foi modalidade presente em 26 oportunidades. O Brasil esteve em 13 delas (1952, 1960, 1964, 1968, 1972, 1976, 1984, 1988, 1996, 2000, 2008, 2012 e 2016). Além da medalha de ouro de 2016, o Brasil conquistou ainda a medalha de prata em 1984, 1988 e 2012. Também faturou a de bronze em 1996 e 2008.

No título olímpico no futebol masculino em 2016, um athleticano esteve presente na conquista no Rio de Janeiro. Foi o goleiro Weverton, que atuou pelo Rubro-Negro entre 2012 e 2017. O arqueiro participou de todos os seis jogos da Seleção Brasileira naquela conquista invicta.

Os Jogos Olímpicos de Tóquio estavam previstos para serem realizados em 2020, o que não foi possível devido à pandemia causada pela Covid-19.

Ficha técnica:
15 de julho de 2021, quarta-feira
BRASIL 5×2 EMIRADOS ÁRABES
Amistoso Seleção Brasileira Olímpica | Preparação Tóquio-2020
Local: Estádio Karadorde, em Novi Sad (Sérvia)

SELEÇÃO BRASILEIRA OLÍMPICA
Santos; Daniel Alves, Nino (Bruno Fuchs, aos 31’ 2ºT), Diego Carlos (Ricardo, aos 42’ 2ºT) e Guilherme Arana (Abner Vinícius, aos 17’ 2ºT); Bruno Guimarães (Matheus Henrique, aos 17’ 2ºT), Gabriel Menino e Claudinho (Gabriel Martinelli, aos 32’ 2ºT); Paulinho (Reinier, aos 17’ 2ºT), Matheus Cunha e Antony.
Técnico: André Jardine
Gol: Diego Carlos, aos 44’ 1ºT (1×1), Reiner, aos 33’ 2ºT (2×2), Gabriel Martinelli, aos 36’ 2ºT (3×2); Matheus Cunha, aos 39’ 2ºT (4×2); Matheus Cunha, aos 45’ 2ºT (5×2).
Cartões amarelos: Daniel Alves (24’ 2ºT).

SELEÇÃO EMIRADOS ÁRABES SUB-23
Rakaan Almenhali; Marwan Alwantani, Eid Alnuaimi, Yousif Almhenri e Faris Al Marzooqi; Ahmed Alhammadi (Hussain Sadeq, aos 10′ 2ºT), Khalfan Alhammadi, Abdallah Sultan, Khaled Albalushi (Yousef Almansouri, aos 20′ 2ºT), Saeed Alkaabi (Rashed Mubarak, aos 10′ 2ºT); Abdalla Alnaqbi (Ghanem Mohamed, aos 28′ 2ºT).
Técnico: Denis Silva
Gols: Nino [Brasil], contra, aos 21’ 1ºT (0x1); Abdalla Alnaqbi, aos 21’ 2ºT (1×2).

Cartões amarelos: Abdalla Alnaqbi (36’ 1ºT), Rakaan Almenhali (16’ 2ºT), Yousif Ali Almheiri (26’ 2ºT).

Comentários