Time

Eduardo Barros avaliou desempenhos distintos do Furacão durante o jogo

Créditos: Mauricio Mano/Site Oficial

O Athletico Paranaense esteve muito próximo de conquistar a vitória nos minutos finais diante do Botafogo, mas ficou no empate em 1 a 1, nesta quarta-feira (9), no Joaquim Américo.

Depois de um bom rendimento no primeiro tempo, a equipe caiu de produção na segunda etapa. Após sofrer o gol, conseguiu crescer novamente na partida e ficar perto da vitória.

“No primeiro tempo, nós jogamos muito bem. E não conseguimos sustentar este nível ao longo do segundo tempo. Foram muitas trocas feitas na segunda etapa. É natural neste tempo de pouco treinamento e ainda pouco entrosamento entre os jogadores que a equipe perca em alguns momentos a sua melhor organização”, analisou Eduardo Barros. “A equipe caiu de rendimento. Trouxe o Botafogo para dentro do jogo. Felizmente, tivemos forças para retomar e, na parte final do segundo tempo, crescer na partida”, completou.

Para o técnico interino, novamente faltou eficiência no setor ofensivo. “Esse é um dos elementos que tem faltado: uma maior eficiência nas finalizações”, destacou.

Eduardo Barros também comentou sobre o desempenho de Ravanelli. Estreante, ele marcou o gol de empate. “Salvo engano, ele ainda não completou 15 treinos com o grupo”, disse. “Como ele vinha treinando muito bem, ele foi convocado e hoje o jogo pedia um jogador que pudesse retomar o controle do meio-campo para a nossa equipe. Foi isso o que ele conseguiu fazer, foi muito bem”, complementou.

O profissional do Furacão também mandou um recado aos torcedores, às vésperas do clássico contra o Coritiba e da retomada da CONMEBOL Libertadores.

“Não desistam do trabalho que está sendo feito. Acreditem no trabalho dos jogadores. Esperem um melhor desempenho nosso durante as rodadas”, disse. “2018, se todos lembrarem, a temporada também não começou bem. É o momento de unirmos forças”, concluiu.

Comentários

ANDERSON LUIZ VALDEVINO
2 meses

Excluir
Está na hora de admitir que o projeto está errado e mandar embora esse Paulo André e Márcio lara , vamos começar a delegar as coisas para outras pessoas , descanse um pouco já se desgastou demais!