Resumo do jogo

Com golaço e muita raça!

CAP 1
Brasileirão 2024
Rodada 3
0 INT

Foi uma verdadeira batalha na Ligga Arena! Na raça, no coração e na bola, o Furacão superou o Internacional neste domingo (21). Um chutaço de Canobbio definiu a vitória do Athletico por 1 a 0 e garantiu mais três pontos no Brasileirão.

Além do golaço, o que garantiu o triunfo foi uma atuação de gala do sistema defensivo rubro-negro. Thiago Heleno, em uma jornada de excelência, comandou a retaguarda, que ainda teve em Bento e Kaique Rocha duas figuras notáveis.

O triunfo deixa o Furacão com seis pontos conquistados e entre os primeiros colocados na classificação. O próximo desafio pelo Brasileiro está marcado para domingo (28), contra o Juventude, em Caxias do Sul (RS).

Antes, tem duelo pela CONMEBOL Sudamericana! Na quarta-feira (24), o Rubro-Negro enfrenta o Danubio, no Uruguai, às 19h.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

O primeiro tempo foi de muita disputa e poucas chances. O Athletico buscava o ataque, mas esbarrava em uma bem posicionada defesa do Inter. O time gaúcho, além de ameaçar em lances pontuais, aproveitava cada oportunidade para amarrar a partida e gastar tempo.

As melhores chances de gol do Furacão aconteceram já nos minutos finais, em dois chutes de Cuello. Na primeira, o goleiro Rochet quase deu rebote para Canobbio, mas conseguiu se recuperar. Na segunda, a bola passou muito próxima à trave e foi para fora.

Após o intervalo, o Rubro-Negro voltou ao campo com Christian e Zapelli nos lugares de Cuello e Julimar. As mudanças deram resultado e as oportunidades começaram a aparecer desde o início da etapa final.

Em uma falta lateral batida por Zapelli, Christian quase conseguiu desviar na segunda trave. Em outra bola levantada na área, Kaique Rocha aproveitou a sobra e mandou de primeira, por cima do gol. E em um chute cruzado de Esquivel, o goleiro do Inter desviou e ainda conseguiu defender a cabeçada de Christian no rebote.

Mesmo com o Furacão melhor em campo, o adversário também era perigoso nos contra golpes. Em um chute de Borré, Bento fez boa defesa. O mesmo Borré pegou o rebote e bateu para o gol, mas Thiago Heleno estava lá para salvar em cima da linha.

Até que, aos 25′, veio o lance que definiu o marcador. Fernandinho acionou Canobbio pela direita. Na entrada da área, o uruguaio dominou e tentou o passe para Pablo, que entrava pelo meio. A bola bateu em Robert Renan e voltou para Canobbio, que limpou a marcação e, com a perna esquerda, mandou o chute mortal. Na gaveta!

Atrás no placar, o Inter mudou sua postura. Agora com pressa de atacar, o time gaúcho foi em busca do empate. E a pressão aumentou ainda mais depois que Canobbio recebeu dos cartões amarelos em sequência e acabou expulso, aos 41′.

A arbitragem ainda deu oito minutos de acréscimos. E com um homem a menos, o Athletico se desdobrou para segurar o ataque colorado. Já aos 50′, Borré acertou uma cabeçada que explodiu na trave. A vitória era mesmo rubro-negra!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 Internacional 
Campeonato Brasileiro 2024: 3ª rodada
Data: 21/04/2024 (domingo)
Horário: 16h
Local: Ligga Arena

Público total: 29.784
Público pagante: 28.788
Renda: R$ 1.308.600,00

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)
Quarto árbitro: Rodrigo da Fonseca Silva (MT)
Árbitro de vídeo: Marcio Henrique de Gois (SP)

Athletico Paranaense: Bento; Léo Godoy (Madson, aos 37′ do 2º tempo), Kaique Rocha, Thiago Heleno e Esquivel; Erick e Fernandinho; Julimar (Zapelli, no intervalo) (Felipinho, aos 45′ do 2º tempo), Canobbio e Cuello (Christian, no intervalo); Pablo (Mastriani, aos 37′ do 2º tempo)
Técnico: Cuca
Gol: Canobbio, aos 25′ do segundo tempo
Cartão vermelho: Canobbio, aos 41′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Léo Godoy, Fernandinho, Thiago Heleno e Canobbio

Internacional: Rochet; Hugo Mallo (Lucca, aos 31′ do 2º tempo), Vitão, Robert Renan e Renê; Rômulo (Thiago Maia, aos 15′ do 2º tempo), Bruno Henrique (Fabricio Bustos, aos 15′ do 2º tempo) e Mauricio (Bruno Gomes, aos 31′ do 2º tempo); Wesley, Rafael Borré e Wanderson (Gustavo Prado, aos 41′ do 1º tempo)
Técnico: Eduardo Coudet
Cartões amarelos: Hugo Mallo, Robert Renan, Rômulo, Vitão e Wesley

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

CAP INT
12
Finalizações totais
20
3
Finalizações no gol
4
4
Chances reais
4
5
Escanteios
5
1
Impedimentos
1
334
Passes
425
78
Precisão de passes
85
44
Posse
56
4-2-3-1
92
Pablo
28
Cuello
14
Canobbio
20
Julimar
5
Fernandinho
26
Erick
37
Lucas Esquivel
44
Thiago Heleno
4
Kaique Rocha
29
Leo Godoy
1
Bento
  • Leo Linck
  • Mycael
  • Mateo Gamarra
  • Madson
  • Fernando
  • Felipinho
  • Zé Vitor
  • Alex Santana
  • Christian
  • Jader
  • Bruno Zapelli
  • Mastriani
  • Técnico
  • Cuca

Arbitragem

Árbitro:

Felipe Fernandes de Lima (MG)

Auxiliares:

Guilherme Dias Camilo (MG)

Celso Luiz da Silva (MG)

Quarto árbitro:

Rodrigo da Fonseca Silva (MT)

Público e Renda

Total:

29.784

Pagante:

28.788

Renda:

R$ 1.308.600,00

Skip to content