Resumo do jogo

Estreia cheia de gols

TEC 2
Copa do Brasil 2022
Terceira fase - Jogo de ida
5 CAP

A Copa do Brasil começou com vitória para o Furacão!

Foi um confronto típico das fases iniciais da competição. Um estádio acanhado do interior, lotado por uma torcida eufórica. Um adversário com a motivação em alta, vivendo um momento especial. Toda uma cidade mobilizada para um duelo histórico.

Na noite desta quarta-feira (20), o Athletico superou essas adversidades e fez valer a força de seu elenco, com uma vitória de 5 a 2 sobre o Tocantinópolis.

O resultado dá ao Rubro-Negro uma boa vantagem para a partida de volta, marcada para a noite de 10 de maio, uma terça-feira, no Caldeirão. O adversário precisa de um triunfo de três gols de diferença para levar a disputa para os pênaltis.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

Desde o início, o Athletico impôs seu jogo no toque de bola. Assim, chegou ao primeiro gol aos 10′. Pablo recebeu de Vitor Bueno pelo meio e abriu na esquerda para Pedro Rocha, que mandou de primeira para Marlos. O camisa 10 recebeu na área e tocou para a rede!

Empurrado pela torcida, o Tocantinópolis buscou a reação. Ameaçou em chutes de Alan Maia, Chico Bala e Tiago Bagagem. Mas era o Furacão quem atacava com mais perigo e teve perto de ampliar com Pedro Rocha e Vitor Bueno.

O segundo gol saiu aos 35′. Pedro Rocha puxou mais um ataque pela esquerda e cruzou na área. A bola desviou na defesa e ficou limpa para Pablo finalizar!

Nem assim o time da casa se abateu. Aos 39′, em uma cobrança de falta, a bola foi levantada na área e Alan Maia, em posição duvidosa, tocou de cabeça. Gol validado pela arbitragem.

O Furacão ainda teve mais uma chance na primeira etapa, com Pedro Rocha. Mas levou um susto logo no começo do segundo tempo. Aos 3′, Lucas Fasson tentou afastar uma bola rebatida por Bento. O atacante Bilau também foi nela e, na dividida, o árbitro marcou pênalti. Raí bateu e Bento quase conseguiu a defesa, mas era mesmo o gol de empate.

Mas a resposta athleticana foi imediata. Aos 6′, em um escanteio pela direita, Marlos bateu fechado na segunda trave e encontrou Vitor Bueno, que só teve o trabalho de desviar: 3 a 2!

Logo na sequência, aos 9′, Pedro Rocha roubou a bola pela esquerda do ataque e cruzou rasteiro para Marlos, que entrou livre pelo meio e marcou o quarto do Furacão!

O Tocantinópolis tentou reagir mais uma vez, voltou a balançar a rede, mas teve o gol anulado. O atacante Bilau estava impedido.

O Athletico fechou a contagem aos 21′, em um lance quase igual ao do terceiro gol. Marlos bateu escanteio da direita e Vitor Bueno, livre na segunda trave, mandou para dentro. Era o quinto!

Ficha técnica: Tocantinópolis 2×5 Athletico Paranaense 
Copa do Brasil 2022: 3ª fase – Jogo de ida
Data: 20/04/2022
Horário: 19h
Local: Estádio João Ribeiro, em Tocantinópolis (TO)

Árbitro: Jean Pierre Lima (RS)
Assistentes: Leirson Peng Martins (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)
Quarto árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO) 

Tocantinópolis: Jefferson; Marcinho (Debu, aos 23′ do 2º tempo), Betão, Wanderson e Chico Bala; Pedro Dias, Tiago Bagagem (Elenilson, aos 23′ do 2º tempo), Rômulo Ferreira e Raí (Veraldo, aos 12′ do 2º tempo); Alan Maia (Dedé, aos 23′ do 2º tempo) e Jheimy (Bilau, aos 24′ do 2º tempo)
Técnico: Jairo Nascimento
Gols: Alan Maia, aos 39′ do primeiro tempo; Raí, aos 4′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Marcinho e Raí
Cartão vermelho: Elenílson, aos 40′ do segundo tempo

Athletico Paranaense: Bento; Khellven, Lucas Halter, Lucas Fasson e Pedrinho; Pablo Siles (Hugo Moura, aos 32′ do 2º tempo), Christian (Matheus Fernandes, aos 15′ do 2º tempo) e Marlos (Léo Cittadini, aos 24′ do 2º tempo); Vitor Bueno (Rômulo, aos 24′ do 2º tempo), Pablo e Pedro Rocha (Tomás Cuello, aos 15′ do 2º tempo)
Técnico: Fábio Carille
Gols: Marlos, aos 9′, e Pablo, aos 35′ do primeiro tempo; Vitor Bueno, aos 6′ e aos 21′, e Marlos, aos 9′ do segundo tempo

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br 

TEC CAP
12
Finalizações
18
8
Finalizações no gol
9
4
Finalizações para fora
4
0
Finalizações bloqueadas
5
4
Chances reais
12
6
Escanteios
7
2
Impedimentos
1
4-3-3
32
Pedro Rocha
92
Pablo
8
Vitor Bueno
10
Marlos
25
Pablo Siles
88
Christian
48
Pedrinho
37
Lucas Fasson
33
Lucas Halter
13
Khellven
1
Bento
  • Leo Linck
  • Anderson
  • João Vialle
  • Dourado
  • Vinicius Kauê
  • Matheus Fernandes
  • Hugo Moura
  • Léo Cittadini
  • Jader
  • Tomás Cuello
  • Rômulo
  • John Mercado
  • Técnico
  • Fábio Carille

Arbitragem

Árbitro:

Jean Pierre Lima (RS)

Auxiliares:

Leirson Peng Martins (RS)

Lucio Beiersdorf Flor (RS)

Quarto árbitro:

Alisson Sidnei Furtado (TO)

Público e Renda

Total:

Não informado

Pagante:

Não informado

Renda:

Não informado