Resumo do jogo

Furacão em ascensão!

CAP 1
Brasileirão 2020
Rodada 22
0 SAN

Foram quatro jogos do Athletico em 14 dias, sendo quatro vitórias athleticanas. Uma evolução nítida do Furacão no Campeonato Brasileiro, que garantiu a ascensão na tabela e o distanciamento da zona do rebaixamento.

Na noite de hoje (21), o adversário foi o Santos em casa. E o general Thiago Heleno garantiu a vitória do Furacão por 1 a 0.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

O Athletico entrou em campo com duas alterações em relação ao jogo contra o Atlético Mineiro. Wellington e Léo Cittadini entraram nos lugares de Richard, suspenso, e Fernando Canesin, diagnosticado com COVID-19.

O Santos também entrou em campo com alterações, com titulares poupados pelo técnico Cuca.

O Athletico demonstrou uma boa evolução tática e técnica na partida de hoje (21). O Furacão propôs o jogo, teve volume, pressionou, foi para cima do adversário.

Logo no primeiro minuto, Nikão cobrou um escanteio com perigo, Pedro Henrique cabeceou e a zaga adversária afastou a bola. 

O goleiro Santos também teve uma boa atuação. E a primeira bela defesa foi com a cabeça, aos 12 minutos, quando Arthur Gomes chutou a bola alta.

Mas o Athletico sofreu uma baixa aos 23 minutos. Christian teve de ser substituído por ter se machucado em lance aos 17’. Fabinho entrou, colocando o Athletico mais para o ataque.

A melhor jogada do Athletico foi aos 26 minutos. No meio, Nikão abriu para Fabinho, que cruzou para a área. Renato Kayzer entrou de carrinho, mas faltou pouco para o atacante alcançar a bola para marcar o gol.

O Athletico continuou dominando o Santos no segundo tempo. Logo aos oito minutos, Kayzer cobrou falta, a bola desviou na barreira e Erick apareceu para desviar por cima. Quase gol rubro-negro!

O goleiro Santos continuou brilhando. Aos 13 minutos, Arthur Gomes começou uma jogada na esquerda, foi para o meio e chutou, mas Santos fez a defesa em dois tempos, dando a segurança para a defesa athleticana.

Aos 17 minutos, Paulo Autuori promoveu mais duas alterações no Athletico. Alvarado entrou no lugar de Wellington e Ravanelli no lugar de Reinaldo.

E, aos 29 minutos, brilhou a estrela do general Thiago Heleno.

Ravanelli cobrou escanteio e o capitão athleticano subiu e cabeceou para baixo com categoria. A bola entrou para abrir o placar para o Furacão. 1 a 0!

O Athletico ainda teve mais uma boa chance com Fabinho e mais duas substituições. Nikão e Renato Kayzer saíram, e Aguilar e Bissoli entraram. Mas a partida já estava decidida. Vitória do Furacão!

Na próxima terça-feira (24), o Athletico enfrentará o River Plate pela CONMEBOL Libertadores, às 19h15, no Estádio Joaquim Américo.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×0 Santos
Campeonato Brasileiro: 22ª rodada
Data: 21/11/2020 [sábado]
Horário: 19h
Local: Estádio Joaquim Américo, em Curitiba (PR)

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Rodrigo Henrique Ferreira Correia (RJ) e Carlos H. Alves de Lima (RJ)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)

Athletico Paranaense: Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington (Alvarado, aos 17’ do 2º tempo), Christian (Fabinho, aos 23’ do 1º tempo) e Léo Cittadini; Nikão (Aguilar, aos 42’ do 2º tempo), Reinaldo (Ravanelli, aos 19 do 2º tempo) e Renato Kayzer (Bissoli, aos 42’, do 2º tempo)
Técnico: Paulo Autuori
Gol: Thiago Heleno, aos 29’ do 2º tempo

Santos: John; Pará (Madson, aos 11’ do 2º tempo), Luiz Felipe, Laércio (Alex, aos 42’ do 1º tempo) e Wagner Leonardo; Vinicius Balieiro, Ivonei (Sandry, aos 12’ do 2º tempo) e Jobson (Jean Mota, aos 22’ do 2º tempo); Lucas Braga, Marcos Leonardo (Marinho, aos 22’ do 2º tempo) e Arthur Gomes.
Técnico: Marcelo Fernandes
Cartões amarelos: Sandry e Marinho

Fotos: José Tramontin/Site Oficial

CAP SAN
13
Finalizações
6
6
Finalizações no gol
3
6
Finalizações para fora
3
1
Finalizações bloqueadas
0
4
Chances reais
3
10
Escanteios
1
2
Impedimentos
0
4-3-3
20
Reinaldo
79
Renato Kayzer
11
Nikão
18
Léo Cittadini
88
Christian
5
Wellington
16
Abner Vinicius
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
26
Erick
1
Santos
  • Jandrei
  • Felipe Aguilar
  • Lucas Halter
  • Khellven
  • João Victor
  • Jaime Alvarado
  • Jorginho
  • Ravanelli
  • Bruno Leite
  • Fabinho
  • Bissoli
  • Walter
  • Técnico
  • Paulo Autuori

Arbitragem

Árbitro:

Marcelo de Lima Henrique

Auxiliares:

Rodrigo Henrique Ferreira Correia

Carlos H. Alves de Lima

Quarto árbitro:

Luiz Alexandre Fernandes

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados