Resumo do jogo

Não era dia de gol

CAP 0
Brasileirão 2021
Rodada 29
1 SAN

Não foi uma tarde de comemoração para a torcida rubro-negra. Contra o Santos, no Caldeirão, o Athletico saiu atrás no placar e tentou a reação com uma blitz para cima da defesa adversária. Só que nada deu certo para o ataque do Furacão.

Foram inúmeras oportunidades de gol que pararam nas defesas do goleiro santista, na trave e passaram perto da meta. No final, triunfo do adversário por 1 a 0.

O resultado mantém o Furacão com 34 pontos na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. O time rubro-negro volta a campo na próxima terça-feira (2), contra o Flamengo, em jogo atrasado da 4ª rodada.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

Mesmo com um início de baixa intensidade, o Athletico teve as melhores oportunidades já na primeira etapa. Terans chutou de fora da área com perigo. E Pedro Rocha, em cruzamento de José Ivaldo, obrigou João Paulo a fazer a primeira grande defesa.

O Furacão ainda reclamou de pênalti em lance em que Renato Kayzer foi derrubado dentro da área. O árbitro não marcou nada e o VAR também não atentou para a infração.

Mas no primeiro lance após o intervalo, o Santos conseguiu o seu gol. Aos 2′, Marcos Guilherme cruzou da esquerda e cruzou para Madson marcar de cabeça.

A partir daí, começou uma avalanche do ataque do Athletico em busca da virada. E por muito pouco a resposta não foi imediata. Em cruzamento rasteiro de Christian, Terans apareceu livre na pequena área, mas mandou por cima do travessão.

A pressão athleticana continuou. Marcinho bateu rente à trave. Christian chutou por cima do gol. Erick chutou forte e João Paulo defendeu. E o goleiro santista evitou novamente o gol em uma cabeçada de Zé Ivaldo.

Mas as melhores oportunidades ainda estavam por vir. Em cruzamento da esquerda, Kayzer ganhou da zaga santista e cabeceou no travessão! E a partida terminou com João Paulo salvando o Santos mais uma vez, em chute de Christian.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 0x1 Santos
Campeonato Brasileiro 2021: 29ª rodada
Data: 30/10/2021 [sábado]
Horário: 17h
Local: Estádio Joaquim Américo

Público pagante: 6.666
Público total: 7.196
Renda: R$ 221.080,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Quarto árbitro: Lucas Paulo Torezin (PR)
Árbitro de vídeo: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Athletico Paranaense: Santos; José Ivaldo, Thiago Heleno e Nico Hernández (Nikão, aos 13′ do 2º tempo); Marcinho (Khellven, aos 30′ do 2º tempo), Erick (Léo Cittadini, aos 30′ do 2º tempo), Christian e Abner; David Terans, Renato Kayzer e Pedro Rocha (Guilherme Bissoli, aos 35′ do 2º tempo)
Técnico: Alberto Valentim
Cartão amarelo: José Ivaldo

Santos: João Paulo; Robson Reis, Danilo Boza e Velázquez (Wagner, no intervalo); Madson, Balieiro, Felipe Jonatan (Carlos Sánchez, aos 30′ do 2º tempo) e Marcos Guilherme (Pará, aos 39′ do 2º tempo); Ângelo (Morais, aos 24′ do 2º tempo), Lucas Braga e Diego Tardelli (Raniel, aos 24′ do 2º tempo)
Técnico: Fábio Carille
Gol: Madson, aos 2′ do segundo tempo
Cartões amarelos: João Paulo e Balieiro

CAP SAN
25
Finalizações
10
7
Finalizações no gol
4
9
Finalizações para fora
6
9
Finalizações bloqueadas
0
7
Chances reais
4
8
Escanteios
2
0
Impedimentos
1
3-4-3
32
Pedro Rocha
79
Renato Kayzer
80
David Terans
16
Abner
88
Christian
26
Erick
5
Marcinho
2
Nicolás Hernández
44
Thiago Heleno
27
José Ivaldo
1
Santos
  • Bento
  • Pedro Henrique
  • Lucas Fasson
  • Khellven
  • Márcio Azevedo
  • Pedrinho
  • Léo Cittadini
  • Fernando Canesin
  • Jader
  • Nikão
  • Bissoli
  • Carlos Eduardo
  • Técnico
  • Alberto Valentim

Arbitragem

Árbitro:

Leandro Pedro Vuaden (RS)

Auxiliares:

Jorge Eduardo Bernardi (RS)

José Eduardo Calza (RS)

Quarto árbitro:

Lucas Paulo Torezin (PR)

Público e Renda

Total:

7.196

Pagante:

6.666

Renda:

R$ 221.080,00