Resumo do jogo

Outra batalha vencida!

GOI 0
Brasileirão 2020
Rodada 21
1 CAP

Mais uma vitória na conta! Novamente com muita emoção até o último minuto, o Furacão venceu o Goiás por 1 a 0, neste sábado (14), em Goiânia (GO). Mais um passo rumo à reviravolta no Brasileirão!

O triunfo veio de novo com uma jogada da dupla Carlos Eduardo e Renato Kayzer. E valeu três pontos fundamentais para o Rubro-Negro melhorar sua posição na tabela.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

O Athletico fez um grande primeiro tempo. Mandou no jogo e teve oportunidades para abrir uma boa vantagem no placar. Léo Cittadini e Carlos Eduardo já tinham ficado muito perto do gol, quando ele finalmente saiu.

Aos 19’, Carlos Eduardo fez uma jogadaça pelo lado esquerdo, deixou seu marcador caído e cruzou na medida para Kayzer. De cabeça, o artilheiro mandou o golpe fulminante e estufou a rede!

Ainda nos primeiros 45 minutos, o Furacão teve quatro chances claras de marcar o segundo. Nikão tirou tinta da trave aos 23’. O goleiro salvou um chute de Carlos Eduardo aos 24’. Nikão fez o goleiro trabalhar de novo aos 37’. E Carlos Eduardo exigiu mais uma grande defesa de Tadeu aos 46’.

Tantas oportunidades perdidas quase cobraram seu preço. Depois do intervalo, o Goiás veio para o tudo ou nada. E na base do desespero, impôs sua pressão.

O time da casa chegou a balançar a rede aos 3’, mas o bandeira flagrou o impedimento de Fernandão, confirmado pelo VAR. E o Athletico quase deu uma resposta fatal no lance seguinte. Tadeu defendeu o chute de Léo Cittadini.

A pressão goiana era constante, mas não efetiva. Mesmo levantando muitas bolas na área, foram poucas as chances claras de gol. A melhor, uma cabeçada de Sandro, aos 21’, que acertou o travessão.

Para aumentar a tensão, o árbitro deu oito minutos de acréscimos. Mas nem isso foi suficiente para tirar os três pontos do Furacão!

A luta por uma posição melhor na tabela continua! Na próxima quarta-feira (18), o Rubro-Negro tem jogo atrasado da sexta rodada. O adversário será o Atlético Mineiro, às 19h, no Mineirão.

Ficha técnica: Goiás 0x1 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro 2020: 21ª rodada
Data: 14/11/2020 [sábado]
Horário: 17h
Local: Estádio da Serrinha, em Goiânia (GO)

Árbitro: Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)
Quarto árbitro: Rubens Paulo Rodrigues dos Santos (GO)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

Goiás: Tadeu; Juan Pintado, David Duarte, Chico (Heron, aos 17’ do 2º tempo) e Caju; Ariel Cabral (Gustavo Blanco, aos 35’ do 2º tempo), Gilberto (Sandro, no intervalo) e Keko (Rafael Moura, aos 27’ do 2º tempo); Douglas Baggio, Fernandão e Vinícius Lopes (Shaylon, no intervalo)
Técnico: Enderson Moreira
Cartões amarelos: David Duarte, Chico, Rafael Moura, Pintado, Fernandão

Athletico Paranaense: Santos; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner; Wellington (Zé Ivaldo, aos 35’ do 2º tempo), Christian (Richard, aos 35’ do 2º tempo) e Léo Cittadini (Fernando Canesin, aos 19’ do 2º tempo); Nikão, Renato Kayzer e Carlos Eduardo (Reinaldo, aos 23’ do 2º tempo)
Técnico: Paulo Autuori
Gol: Renato Kayzer, aos 19’ do primeiro tempo
Cartão amarelo: Nikão 

Fotos: Fabio Wosniak/Site Oficial

GOI CAP
10
Finalizações
17
2
Finalizações no gol
9
6
Finalizações para fora
5
2
Finalizações bloqueadas
3
3
Chances reais
11
8
Escanteios
10
4
Impedimentos
0
4-3-3
96
Carlos Eduardo
79
Renato Kayzer
11
Nikão
18
Léo Cittadini
88
Christian
5
Wellington
16
Abner Vinicius
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
26
Erick
1
Santos
  • Jandrei
  • Felipe Aguilar
  • José Ivaldo
  • Khellven
  • João Victor
  • Jaime Alvarado
  • Richard
  • Fernando Canesin
  • Bruno Leite
  • Geuvânio
  • Walter
  • Reinaldo
  • Técnico
  • Paulo Autuori

Arbitragem

Árbitro:

Flavio Rodrigues de Souza (FIFA-SP)

Auxiliares:

Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP)

Quarto árbitro:

Rubens Paulo Rodrigues dos Santos (GO)

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados