Resumo do jogo

Se é Copa, tem Furacão!

SAN 0
Copa do Brasil 2021
Quartas de final - Volta
1 CAP

Foi uma noite quase perfeita na Vila Belmiro! Na hora da decisão na Copa do Brasil, o Furacão se agigantou, fez um grande jogo na casa do Santos e garantiu a vaga na semifinal sem qualquer contestação.

Com três zagueiros, o sistema defensivo rubro-negro repetiu suas melhores jornadas. E a vitória veio justamente através de um deles. Um verdadeiro foguete saiu dos pés de Zé Ivaldo rumo ao ângulo da baliza santista!

Entre os quatro melhores na Copa do Brasil e na CONMEBOL Sul-Americana. A temporada de 2021 não será esquecida pela torcida rubro-negra. Um ano em que o Athletico está mostrando que tem paixão pelas copas.

Pela frente, teremos duelos contra dois gigantes, em busca de duas finais. O Peñarol no torneio internacional. O vencedor do duelo entre Flamengo e Grêmio na copa nacional. O Furacão já mostrou que pode encarar qualquer desafio.

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

Logo no início da partida, ficou claro que o Athletico não seria o mesmo dos últimos jogos. Sólido defensivamente, o Rubro-Negro também apareceu com perigo no ataque, logo aos 3′. Erick fez uma ótima jogada e foi travado na hora do chute.

O Santos tinha mais posse de bola, tentava pressionar, mas não conseguia ameaçar o arco defendido por Santos. O Furacão era mais efetivo na frente e Richard exigiu uma grande defesa do goleiro João Paulo com um chute de primeira, após passe de Terans.

Na melhor oportunidade do time da casa, Marinho parou em uma defesaça de Santos. E o Athletico ainda teve boas chances com Renato Kayzer, de cabeça, e Terans, que bateu de primeira por cima do travessão.

O intervalo não mudou a dinâmica do jogo. O Peixe tentava chegar, mas não conseguia superar a marcação rubro-negra. O ataque do Furacão era mais eficaz. Terans, Marcinho e Nikão deram mais trabalho a João Paulo.

Aos 33′, o Athletico garantiu seu lugar na semifinal. Em uma cobrança de escanteio, João Paulo afastou de soco. Abner tocou de cabeça para Zé Ivaldo na área. Dentro da área, o zagueiro girou batendo de primeira e acertou uma pancada na gaveta!

Nem mesmo a expulsão de Christian, que recebeu o segundo cartão amarelo aos 37′, desestruturou o time athleticano. Em nenhum momento a classificação rubro-negra foi seriamente ameaçada.

Uma atuação de gala para manter o Furacão na briga por mais um título!

Ficha técnica: Santos 0x1 Athletico Paranaense
Copa do Brasil 2021: Quartas de final – Jogo de volta
Data: 14/09/2021 [terça-feira]
Horário: 21h30
Local: Estádio Urbano Caldeira [Vila Belmiro], em Santos (SP)

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Quarto árbitro: Roger Goulart (RS)
Árbitro de vídeo: Daniel Nobre Bins (RS)

Santos: João Paulo, Pará (Marcos Guilherme, aos 22′ do 2º tempo), Vinícius Balieiro, Wagner e Felipe Jonatan; Jean Mota (Ivonei, aos 14′ do 2º tempo), Sánchez (Diego Tardelli, aos 22′ do 2º tempo) e Pirani; Marinho, Raniel (Marcos Leonardo, aos 35′ do 2º tempo) e Lucas Braga (Ângelo, aos 35′ do 2º tempo)
Técnico: Fábio Carille

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e José Ivaldo; Marcinho, Erick, Richard (Christian, aos 11′ do 2º tempo) e Abner; Nikão, Renato Kayzer (Pedro Rocha, aos 23′ do 2º tempo) e David Terans (Lucas Fasson, aos 41′ do 2º tempo)
Técnico: Paulo Autuori
Gol: José Ivaldo, aos 33′ do segundo tempo
Cartões amarelos: Richard, Christian, Erick e Abner
Cartão vermelho: Christian 

Fotos: Gustavo Oliveira/athletico.com.br

SAN CAP
21
Finalizações
13
9
Finalizações no gol
5
7
Finalizações para fora
5
5
Finalizações bloqueadas
3
5
Chances reais
5
6
Escanteios
2
2
Impedimentos
0
3-4-3
80
David Terans
79
Renato Kayzer
11
Nikão
16
Abner
25
Richard
26
Erick
5
Marcinho
27
José Ivaldo
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
1
Santos
  • Anderson
  • Bento
  • Lucas Fasson
  • Khellven
  • Márcio Azevedo
  • Nicolas
  • Christian
  • Fernando Canesin
  • Jáderson
  • Pedro Rocha
  • Vinicius Mingotti
  • Carlos Eduardo
  • Técnico
  • Paulo Autuori

Arbitragem

Árbitro:

Leandro Pedro Vuaden (RS)

Auxiliares:

Jorge Eduardo Bernardi (RS)

José Eduardo Calza (RS)

Quarto árbitro:

Roger Goulart (RS)

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados