Resumo do jogo

Um ponto com justiça!

CAP 1
Brasileirão 2022
Rodada 12
1 COR

O Athletico não merecia perder esse jogo contra o Corinthians. Desde o primeiro minuto, as melhores chances, os ataques mais agudos, as jogadas mais incisivas foram do Furacão.

Mesmo assim, um gol de falta, ainda no início da partida, ia dando a vitória ao time paulista. O Rubro-Negro já havia tentado de todas as formas, dado trabalho ao goleiro, acertado a trave duas vezes no mesmo lance…

Até que aos 34' da etapa final, Vitor Roque recebeu na área e foi derrubado. E David Terans colocou justiça no placar na cobrança do pênalti!

Com o empate em 1 a 1, o Athletico soma oito jogos sem perder no Brasileirão. São 18 pontos conquistados e o quarto lugar na classificação.

Agora, o próximo desafio é o Athletiba do próximo domingo (19), na casa do rival. Como sempre, vamos em busca da vitória!

Veja os melhores momentos do jogo

O Jogo

O apito inicial marcou o início de uma blitz athleticana sobre a defesa do Corinthians. No primeiro minuto, foram dois escanteios seguidos. No primeiro, Khellven bateu fechado e Cássio espalmou. No segundo, a sobra do cruzamento ficou com Marcelo, que chutou de primeira em cima do zagueiro.

Logo na sequência, foi a vez de Pablo ficar perto de marcar. Ele recuperou a bola no ataque e bateu firme. Cássio espalmou.

E daí, veio o gol do adversário. Aos 4′, Roger Guedes aproveitou uma falta na entrada da área e acertou uma cobrança perfeita. No ângulo, fora do alcance de Bento. 

O gol deu mais tranquilidade ao adversário e tirou um pouco da organização rubro-negra. Mas o Furacão continuou atacando. Cuello mandou duas vezes para fora. Pablo fez a bola passar raspando a trave. Terans mandou na rede pelo lado de fora.

No segundo tempo, Léo Cittadini, Vitor Roque e Vitinho entraram e mantiveram o ritmo athleticano. E enquanto o Furacão buscava o gol, o Corinthians tentava administrar o resultado, tocando a bola e matando o tempo.

O Athletico chegou com perigo em um chute de longe de Terans e em um chute de Vitor Roque. E aos 17′, mandou a bola na trave duas vezes seguidas, nas cabeçadas de Vitor Roque e Vitinho.

Vitor Roque tinha colocado fogo na partida. E foi através dele que finalmente o gol de empate saiu. Aos 34′, ele recebeu próximo à linha da grande área e foi derrubado. O árbitro marcou falta fora da área, mas o VAR corrigiu e confirmou o pênalti.

Na cobrança, David Terans bateu como de costume: com categoria e longe do alcance de Cássio!

Ficha técnica: Athletico Paranaense 1×1 Corinthians 
Campeonato Brasileiro 2022: 12ª rodada
Data: 15/06/2022
Horário: 21h30
Local: Estádio Joaquim Américo

Público pagante: 25.965
Público total: 26.812
Renda: R$ 1.116.710,00

Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e José Eduardo Calza (RS)
Quarto árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)
Árbitro de vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Athletico Paranaense: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernández e Abner; Matheus Fernandes (Léo Cittadini, no intervalo), Hugo Moura e David Terans (Erick, aos 45′ do 2º tempo); Marcelo Cirino (Matheus Babi, aos 42′ do 2º tempo), Pablo (Vitor Roque, aos 11′ do 2º tempo) e Tomás Cuello (Vitinho, aos 11′ do 2º tempo)
Técnico: Luiz Felipe Scolari
Gol: David Terans, aos 36′ do 2º tempo
Cartões amarelos: David Terans e Abner
Cartão vermelho: Hugo Moura, aos 25′ do 2º tempo

Corinthians: Cássio; Gustavo Mantuan, Gil, Raul Gustavo e Lucas Piton; Du Queiroz, Cantillo (Roni, aos 21′ do 2º tempo) e Adson (Rafael Ramos, no intervalo); Giuliano (Renato Augusto, aos 21′ do 2º tempo), Willian (Fábio Santos, aos 32′ do 2º tempo) e Róger Guedes (Wesley, aos 42′ do 2º tempo)
Técnico: Vítor Pereira
Gol: Roger Guedes, aos 4′ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Rafael Ramos e Roger Guedes
Cartão vermelho: Roni, aos 25′ do 2º tempo 

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

CAP COR
19
Finalizações
9
6
Finalizações no gol
8
10
Finalizações para fora
0
3
Finalizações bloqueadas
1
6
Chances reais
3
11
Escanteios
4
3
Impedimentos
0
44
Posse de bola
56
4-3-3
28
Tomás Cuello
92
Pablo
7
Marcelo Cirino
20
David Terans
17
Hugo Moura
6
Matheus Fernandes
16
Abner
2
Nicolás Hernández
34
Pedro Henrique
13
Khellven
1
Bento
  • Anderson
  • Dedé
  • Matheus Felipe
  • Pedrinho
  • Pablo Siles
  • Erick
  • Léo Cittadini
  • Vitor Bueno
  • Vitinho
  • Matheus Babi
  • Vitor Roque
  • John Mercado
  • Técnico
  • Felipão

Arbitragem

Árbitro:

Leandro Pedro Vuaden (RS)

Auxiliares:

Jorge Eduardo Bernardi (RS)

José Eduardo Calza (RS)

Quarto árbitro:

Leonardo Ferreira Lima (PR)

Público e Renda

Total:

26.812

Pagante:

25.965

Renda:

R$ 1.116.710,00