Resumo do jogo

Uma derrota sofrida

CAP 0
Brasileirão 2020
Rodada 5
1 FLU

Uma derrota em casa é sempre um resultado duro para a torcida rubro-negra. A deste sábado (22) foi especialmente difícil. Contra o Fluminense, com uma má atuação e um gol contra, o Athletico foi superado por 1 a 0 pela segunda rodada seguida.

O Jogo

Na Arena mais uma vez vazia, o Furacão tentou impor seu jogo e controlou a posse de bola, mas teve dificuldade para ameaçar o adversário. E jogando no contra-ataque, o Fluminense soube aproveitar as falhas do sistema defensivo athleticano.

O time carioca teve um gol anulado pelo árbitro de vídeo aos 24’, em um lance em que Richard sofreu falta de ataque. O Athletico deu a resposta com duas boas chances. Mingotti chutou por cima após cruzamento de Vitinho. E Vitinho apareceu de novo exigindo boa defesa do goleiro Muriel em um chute cruzado.

Mas a melhor chance aconteceu aos 44’. Vitinho, mais uma vez, avançou pela esquerda e cruzou. Richard pegou de primeira e a bola passou raspando a trave.

E já nos acréscimos, veio o lance que definiu o placar. Em um cruzamento pelo lado direito da defesa rubro-negra, Felipe Aguilar apareceu para afastar, mas a bola bateu no joelho do zagueiro e entrou. 

O Athletico teve todo o segundo tempo para buscar ao menos o empate. Mas só nos momentos finais conseguiu criar boas chances. E então o goleiro Muriel salvou o Fluminense. Primeiro, em um chute de Geuvânio e depois em uma cabeçada de certeira de Lucho González.

Os desfalques de vários atletas importantes e da torcida athleticana pesaram. O resultado foram dois jogos ruins em casa e a terceira derrota consecutiva. Resultados que colocaram fim a uma excelente sequência do Furacão.

Agora, o time vai em busca da recuperação como visitante. O próximo adversário é o São Paulo, na próxima quarta (26).

O Brasileirão está apenas no início. É hora de recomeçar. 

Ficha técnica: Athletico Paranaense 0x1 Fluminense
Campeonato Brasileiro 2020: 5ª rodada
Data: 22/08/2020
Horário: 16h
Local: Estádio Joaquim Américo

Árbitro: Daniel Nobre Bins (RS)
Assistentes: Jose Eduardo Calza (RS) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Quarto árbitro: Robson Babinski (PR)
Árbitro de vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Athletico Paranaense: Santos; Khellven (Geuvânio, aos 40’ do 2º tempo), Felipe Aguilar, Pedro Henrique e Márcio Azevedo (Abner Vinícius, aos 17’ do 2º tempo); Wellington; Marquinhos Gabriel (Pedrinho, no intervalo), Richard (Lucho González, aos 31’ do 2º tempo), Léo Cittadini e Vitinho; Vinícius Mingotti (Walter, aos 17’ do 2º tempo)
Cartões amarelos: Léo Cittadini, Wellington, Felipe Aguilar e Pedro Henrique

Fluminense: Muriel; Calegari, Luccas Claro, Digão e Egídio; Yuri Lima (Yago Felipe, aos 34’ dp 2º tempo), Dodi e Paulo Henrique Ganso; Michel Araújo, Luiz Henrique (Wellington Silva, aos 34’ do 1º tempo) e Marcos Paulo (Caio Paulista, aos 24’ do 2º tempo)
Técnico: Odair Hellmann
Gol: Felipe Aguilar (contra), aos 48’ do primeiro tempo
Cartões amarelos: Paulo Henrique Ganso, Wellington Silva e Digão

CAP FLU
15
Finalizações
8
6
Finalizações no gol
3
5
Finalizações para fora
3
4
Finalizações bloqueadas
2
5
Chances reais
3
7
Escanteios
2
1
Impedimentos
2
4-1-4-1
38
Vinicius Mingotti
28
Vitinho
25
Richard
18
Léo Cittadini
10
Marquinhos Gabriel
5
Wellington
6
Márcio Azevedo
34
Pedro Henrique
23
Felipe Aguilar
13
Khellven
1
Santos
  • Jandrei
  • Lucho González
  • Geuvânio
  • Walter
  • Abner Vinicius
  • José Ivaldo
  • Pedrinho
  • Lucas Halter
  • Fernando Canesin
  • Jajá
  • Christian
  • Léo Gomes
  • Técnico

Arbitragem

Árbitro:

Daniel Nobre Bins (RS)

Auxiliares:

Jose Eduardo Calza (RS)

Jorge Eduardo Bernardi (RS)

Quarto árbitro:

Robson Babinski (PR)

Público e Renda

Total:

Portões fechados

Pagante:

Portões fechados

Renda:

Portões fechados