Resumo do jogo

Vitória para o eterno craque!

RBB 0
Brasileirão 2021
Rodada 30
2 CAP

Este domingo (7) será sempre lembrado com tristeza por todos os athleticanos. Mas no dia em que o nosso maior artilheiro nos deixou, o Athletico fez em campo a homenagem mais precisa ao eterno Sicupira: bola da rede e vitória rubro-negra.

Em Bragança Paulista, o Furacão foi eficiente e fatal diante do Red Bull Bragantino. O Rubro-Negro barrou as investidas do adversário e soube usar a bola parada e os contra-ataques para chegar ao triunfo, com gols de Marcinho e Pedro Rocha.

Com o resultado, o Athletico chega a 38 pontos no Brasileirão e volta a se aproximar do grupo que briga por uma vaga na CONMEBOL Libertadores de 2022. O próximo compromisso está marcado para a próxima quarta-feira (10), contra o Ceará, no Caldeirão.

O Jogo

O jogo
O time da casa tentou pressionar desde o início do jogo. Mas a primeira boa chance foi rubro-negra. Em um passe de Nikão, Bissoli recebeu na área, girou e bateu, exigindo uma boa defesa do goleiro Cleiton.

O time da casa respondeu em um chute de Helinho, que parou Santos. E não conseguiu mais chegar com perigo até os instantes finais da primeira etapa, quando Santos pareceu de novo para espalmar um chute de Cuello.

O Athletico controlava bem a partida e seguiu assim no segundo tempo. E aos 14′, em uma cobrança de falta pela esquerda, Marcinho bateu direto para o gol. A bola encobriu o goleiro e só parou na rede. Furacão na frente!

O Bragantino partiu se lançou ainda mais ao ataque, mas sem ameaçar o gol defendido por Santos, que aparecia seguro quando o adversário conseguia finalizar.

E aos 45′, um contra-ataque liquidou a fatura. Vinicius Mingotti arrancou pelo meio e tocou para Nikão, que viu Pedro Rocha entrando livre pela esquerda. O atacante recebeu já dentro da área, ajeitou e mandou no cantinho. Gol da vitória athleticana!

Red Bull Bragantino 0x2 Athletico Paranaense
Campeonato Brasileiro 2021: 30ª rodada
Data: 07/11/2021
Horário: 16h
Local: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Rafael da Silva Alves (RS) e Michael Stanislau (RS)
Quarto árbitro: Pietro Dimitrof Stefanelli (SP)
Árbitro de vídeo: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)

Red Bull Bragantino: Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Natan e Edimar; Jadsom, Eric Ramires e Artur; Helinho (Pedrinho, aos 30′ do 2º tempo), Ytalo (Hurtado, aos 36′ do 2º tempo) e Cuello
Técnico: Maurício Barbieri
Cartões amarelos: Eric Ramires e Natan

Athletico Paranaense: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e José Ivaldo; Marcinho, Erick, Léo Cittadini (Pedro Rocha, aos 14′ do 2º tempo) e Abner; Nikão, Guilherme Bissoli (Vinicius Mingotti, aos 29′ do 2º tempo) e Christian (Fernando Canesin, aos 38′ do 2º tempo)
Técnico: Alberto Valentim
Cartões amarelos: Léo Cittadini, José Ivaldo e Guilherme Bissoli
Gols: Marcinho, aos 14′, e Pedro Rocha, aos 45′ do segundo tempo

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

RBB CAP
11
Finalizações
8
3
Finalizações no gol
5
4
Finalizações bloqueadas
2
4
Finalizações para fora
1
1
Chances reais
3
5
Escanteios
1
1
Impedimentos
1
3-4-3
88
Christian
17
Bissoli
11
Nikão
16
Abner
18
Léo Cittadini
26
Erick
5
Marcinho
27
José Ivaldo
44
Thiago Heleno
34
Pedro Henrique
1
Santos
  • Bento
  • Leonardo Linck
  • Márcio Azevedo
  • Khellven
  • Jader
  • Pedrinho
  • Pedro Rocha
  • Lucas Fasson
  • Vinicius Mingotti
  • Juninho
  • Fernando Canesin
  • Carlos Eduardo
  • Técnico
  • Alberto Valentim

Arbitragem

Árbitro:

Anderson Daronco (RS)

Auxiliares:

Rafael da Silva Alves (RS)

Michael Stanislau (RS)

Quarto árbitro:

Pietro Dimitrof Stefanelli (SP)

Público e Renda

Total:

1701

Pagante:

Renda:

71.340,00