Voltar para Voz da Torcida

Sócio Furacão

Todos sabemos que NOSSO clube, mais do que nunca, precisa dos sócios para seguir em frente, principalmente por não estarmos localizados em SP, RJ, MG ou RS. Eu fico triste ao ver que a meta dos 30 mil sócios dificilmente será atendida até dezembro, apesar de estarmos ecom 23 mil hoje e mesmo com a excepcional campanha do time em campo. Eu não atuo na área de marketing, mas sim Engenharia, mas não é difícil de avaliar que há algo errado com os números. Sou sócio desde 2008, cheguei a ter três cadeiras na Arena, hoje tenho duas, mas os novos valores são muito altos e isso espanta pessoas que poderiam se associar. Essa marca ter sido atingida há tempos. Mais de 2/3 (67%) das famílias de Curitiba (dados da Agência Curitiba de 2011) são de classes C, D e E, ou seja, não ultrapassam a renda familiar de R$5mil, sem deixar de lado que outra pesquisa mostra que apenas 26% da população possui curso superior completo, então dificilmente a renda média ficar nessa faixa mais alta, mas sim abaixo disto, na casa de R$2mil a R$3mil. Dificilmente uma família adquire uma só cadeira. Se fossem três, por exemplo, seriam gastos R$450 mensais, incluindo os gastos com deslocamento, estacionamento, alimentação, produtos do CAP, esse valor chega facilmente a R$600, representando 1/3 da renda da uma família com padrão razoável de vida, o que é um absurdo em função de todos os demais gastos que temos. Acredito que passaríamos dos 40 mil sócios na nova arena se os novos valores ao invés de 100/150/250/1100 fossem algo em torno de 80/100/150/800. Claro que cabe ao clube definir isso. É minha sincera opinião. Vou continuar sendo sócio, mas quero ver a nova Arena como os estádios europeus: Sempre lotada. SRN!

Comentários

MARIO ALVES DO CARMO
7 anos

Excluir
EU CONCORDO,E TENHO A CERTEZA QUE SE HOUVER ESSA POSSIBILIDADE,NOSSO PRESIDENTE NAO DEIXARA'PASSAR EM BRANCO.