Time

De cabeça erguida

Créditos: Cahuê Miranda/Site Oficial

Os jovens talentos do Furacão não conseguiram a classificação para as semifinais, mas deixaram o gramado em Franca (SP) com a cabeça erguida. Resultado de um placar que não refletiu os bons momentos do Athletico no jogo. O Corinthians venceu por 1 a 0, na noite desta sexta-feira (17), e avançou na Copa São Paulo de Futebol Júnior.

A piazada do CAT do Caju se despede da Copinha com uma boa campanha e uma alta quilometragem na bagagem.

Na primeira fase, o grupo jovem do Rubro-Negro passou por Gama [2 a 0], Rio Claro [4 a 2] e Paulista [5 a 1]. Nas eliminatórias, superou Bahia [1 a 1 no tempo normal e 4 a 2 nos pênaltis], Tupi [2 a 1] e Taboão da Serra [2 a 1]. 

Furacão luta e cria chances, mas é superado

Adversário qualificado, estádio cheio, um gramado não tão bom assim e uma viagem para lá de longa. Esses eram os ingredientes em Franca (SP) assim que o árbitro deu início às quartas de final.

Como se esperava, o “time da casa” pressionou no começo. Mas o Rubro-Negro não deixou de colocar em prática o seu jogo.

E foi assim que quase marcou, aos 12’, quando um desvio da zaga do Corinthians parou no travessão do goleiro Guilherme.

Aos 22’, quem assustou foi o ataque rubro-negro mesmo, em um chute cruzado de Paulo Victor. Quatro minutos depois, o camisa 17 apareceu de novo e quase marcou em um toque de cabeça.

Tudo parecia caminhar para o primeiro gol athleticano. Mas quem marcou foi o Corinthians. Daniel Marcos arriscou o chute cruzado e acertou as redes, aos 27’.

Mas ainda tinha muito tempo de jogo. O Athletico seguiu em cima. E foi dessa forma que Jajá quase empatou, aos 32’.

Quem finalizava mais era o Furacão, mas a equipe de Rafael Guanaes foi para o intervalo em desvantagem.

O Rubro-Negro voltou pro segundo tempo com o mesmo ímpeto. E o empate passou perto aos 2’, quando Vinicius Mingotti quase fez de cabeça.

O time paulista respondeu no minuto seguinte e Léo Linck fez um milagre para evitar o segundo gol da equipe da casa.

O Furacão seguiu demonstrando força, pressionando o Corinthians. A derrota não parecia fazer justiça ao placar.

Rafael Guanaes mudou a equipe, procurando fôlego novo no ataque.

Aos 38’, veio a grande chance. Rômulo finalizou da pequena área, mas o goleiro fez um milagre! Aos 41’, quem teve a oportunidade foi Bruno Leite, mas ele finalizou para fora.

Apesar da garra e da determinação, a piazada athleticana não conseguiu alterar o resultado.

Ficha técnica: Athletico Paranaense 0x1 Corinthians
Copa São Paulo de Futebol Júnior: Quartas de final
Data: 17/01/2020 [quarta-feira]
Horário: 21h30
Local: Estádio José Lancha Filho, em Franca (SP)

Athletico Paranaense: Léo Linck; Luca Caio (Rômulo, aos 22’ do 2º tempo), Luan Patrick, Lucas Andrade (Gabriel Fornari, aos 29’ do 2º tempo) e Reginaldo; Kawan (Bruno Leite, aos 11’ do 2º tempo), Brener (Iago, aos 22’ do 2º tempo) e Ramon; Paulo Victor, Jajá e Vinicius Mingotti (Pablo, aos 22’ do 2º tempo).
Técnico: Rafael Guanaes
Cartões amarelos: Luan Patrick, aos 16’ do 1º tempo; Lucas Andrade, aos 8’ do 2º tempo; Ramon, aos 49′ do 2º tempo

Corinthians: Guilherme; Daniel Marcos, Felipe, Ronald e Lucas Pires; Xavier, Gabriel Pereira (Richard, aos 28’ do 2º tempo), Rafael (Du, aos 42’ do 2º tempo), Léo Pereira e Ruan Oliveira; Sandoval (Caue, aos 17’ do 2º tempo).
Técnico: Dyego Coelho
Gol: Daniel Marcos, aos 27’ do 1º tempo
Cartões amarelos: Sandoval, aos 2’ do 2º tempo; Gabriel Pereira, aos 26’ do 2º tempo; Guilherme, aos 48’ do 2º tempo

Fotos: Cahuê Miranda/Site Oficial

Comentários

Gianfranco Luiz
1 mês

Excluir
Perdemos no detalhe e jogando futebol. Nossos piá não ficaram se jogando e simulando contusões como o "grande" curinthia. Goleirinho deles deve estar fazendo aula de teatro ao invés de treinamentos na função. E vale lembrar que base e para formar' ganhar ou não é detalhe nessa idade. Parabéns piazada!!!

Cesar Augusto Hubert
1 mês

Excluir
Cabeça erguida o cacete eliminado mais uma vez, parem de pensar como time pequeno. Quando entrar numa competição entrar para ganhar, não só para disputar. Ganhar ruralzão é fácil vamos pensar grande.