Time

Jogador com mais partidas em 2018, Bruno Guimarães comemora títulos e gols marcantes

Créditos: Miguel Locatelli/Site Oficial

Campeão Estadual, Campeão da Conmebol Sul-Americana e o jogador que mais vezes entrou em campo pelo Furacão na temporada. Assim foi o 2018 do volante Bruno Guimarães, que ainda anotou gols importantes ao longo das 58 vezes que esteve em campo.

Depois de ter disputado apenas cinco jogos em 2017, o volante ganhou destaque pelas atuações na atual temporada. A parceria com Tiago Nunes no Estadual e, depois da Copa do Mundo, no elenco principal, favoreceu o jovem de 21 anos.

“Foi um ano muito louco, com as coisas acontecendo muito rápido”, disse o camisa 39. “Cheguei no começo do ano passado e tive um processo de adaptação. Com a ajuda do Tiago [Nunes] fui me adaptando e fico feliz que as coisas aconteceram bem”, acrescentou.

 

Destaque no meio de campo rubro-negro, o volante somou gols importantes em 2018. O primeiro gol aconteceu no Campeonato Paranaense, na goleada por 7 a 1 contra o Rio Branco. Ainda no Estadual, Bruno Guimarães marcou no segundo jogo da final da competição, contra o Coritiba.

Pelo Campeonato Brasileiro, o jogador marcou na vitória em Salvador (BA), contra o Vitória, por 2 a 1. Na campanha do título da Conmebol Sul-Americana foram mais dois gols: Penãrol, em Montevidéu, e Fluminense, no Maracanã.

Para o volante, os gols pelo Furacão tiveram influência direta do técnico Tiago Nunes. “O Tiago pegava no meu pé que volante que faz gol entra na área. Eu escutei os conselhos e os cinco gols que tenho foram dentro da área”, disse.

Dos gols marcados, Bruno Guimarães tem um preferido. “Fazer gol na final, contra o Peñarol e no Maracanã foram momentos únicos. Em terceiro lugar fica o do Peñarol, pela goleada no Uruguai. Depois o do Rio e o da final em primeiro, por ser decisão, contra o maior rival e a gente com a equipe de Aspirantes”, escolheu.

Para o jovem, a experiência dos companheiros foi fundamental para a evolução dele. “São jogadores de excelente qualidade. Foi uma disputa sadia, porque um entendeu o espaço do outro e isso foi um fator positivo para todo mundo se dar bem, principalmente para mim”, explicou.

O ano do volante foi coroado com uma taça histórica. O inédito título da Conmebol Sul-Americana consagrou a boa temporada de Bruno Guimarães e do Athletico Paranaense. “Foram duas taças no ano. Desde que cheguei, sempre quis marcar o meu nome na história do Clube. É um título que sempre sonhei. Agora vamos ter a oportunidade de jogar a Libertadores e tentar conquistá-la também”, concluiu.

 

A reprodução das fotos é proibida, salvo prévia autorização por escrito do CAP.

Comentários

Jhonatam Moro
12 meses

Excluir
Pena pode ir embora ano que vem