Time

António Oliveira analisou o empate do Furacão com o Sport

Créditos: Gustavo Oliveira/athletico.com.br

Para António Oliveira, não faltaram oportunidades para que o Athletico saísse com a vitória na partida deste domingo (5), contra o Sport. Segundo o treinador, o Furacão foi o time que esteve mais perto do gol.

“As chances de gol foram suficientes para ganharmos o jogo, mas hoje não foi o nosso dia. Se aos dois minutos o Pedro Rocha faz aquele gol, conseguiríamos desbloquear a marcação. Tivemos alguns problemas em algumas ações técnicas individuais, em alguns passes e cruzamentos, e alguma dificuldade em ocupar a área. Isso em algumas vezes facilitou quem defendia de frente. Mas não foi por falta de chances que não ganhamos o jogo”, avaliou o técnico do Furacão.

Segundo António, o Rubro-Negro enfrenta agora uma boa pressão, já que tem a possibilidade de seguir em frente em quatro competições na temporada.

“É uma pressão boa. Somos a única equipe em quatro competições. Temos essa intensidade de jogos por nossos méritos. Temos que gerir o elenco e as competições… É um momento do qual não gostamos. Estamos revoltados com esse momento. Percebo nos jogadores a ansiedade para reverter essa situação. E vamos reverter. Confio muito neles”, afirmou.

Comentários

RUI CARLOS RIBEIRO
2 semanas

Excluir
Vão confiando nessse pseudo técnico e vão ver onde vamos parar, quatro competições e com esse futebolzinho não vão passar disso.