Clube

Nota oficial

O Club Athletico Paranaense informa que recebeu com surpresa a notícia de que o atleta Talles, do Club de Regatas Vasco da Gama, teve a sua escalação na partida de ontem pelo Campeonato Brasileiro chancelada, ainda que em caráter liminar, pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Talles foi convocado para Seleção Brasileira de base, fora das datas FIFA, mas o Vasco pediu a sua desconvocação. A CBF não respondeu o ofício.

A inquietude tem razão de ser: há poucos meses, o CAP passou por situação idêntica envolvendo o seu ex-atleta Renan Lodi.

Antes de se transferir, Lodi poderia ter participado de partidas válidas pela Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro, bem como se despedir da torcida athleticana. Mas o STJD, diferentemente de agora, negou a pretensão. Vale ressaltar que o Renan também foi convocado para um período além da data FIFA e para uma competição que não constava no calendário oficial.

Tanto lá como agora, no caso de Talles, a CBF não respondeu o clube que pleiteava a desconvocação de seu atleta para uma seleção de base, fora da data FIFA. Não se vislumbra nenhuma diferença fática a respaldar a discrepância de entendimentos tomados.

O CAP espera que a viragem de entendimento seja devidamente e fundamentadamente esclarecida pelo Tribunal.

Comentários

Ayrton Gibrim
3 meses

Excluir
vcs viram a camisa do brasil de pelotas? é quase uma copia da nossa, o cap podia fazer algo parecido.

Marcos Vinicius Grein
3 meses

Excluir
Não se trata de proximidade entre clubes e instituições, trata-se simplesmente de falta de ética. Muito pertinente a nota oficial.

Gilmar De Souza Costa
3 meses

Excluir
Concordo Daniel, mas infelizmente não acredito que nossa geração viverá isso.. Esta tudo tão enraizado que, se a CBF e o STJD fossem na lua está palhaçada continuaria. O caminho seria a profissionalização, de todos os envolvidos no futebol... Clubes, dirigentes, arbitragem, ligas, tribunais, etc . Mas no Brasil, acho difícil acontecer isso em médio prazo.

Daniel Palhano
3 meses

Excluir
Infelizmente, a CBF está no Rio de Janeiro, e evidentemente os times desse estado estarão sendo beneficiados por essa entidade e o STJD, que também está ali. Se a CBF estivesse em Curitiba, os times curitibanos também, de uma forma ou de outra, seriam beneficiados, pois a proximidade de uma instituição desportiva perto de clubes pode levar a entidade aos clubes corrupção. O certo seria a CBF e o STJD permanecerem em uma cidade neutra, longe de qualquer clube que esteja disputando o campeonato brasileiro. Nesse momento, e como sempre foi, os clubes do Rio estão tirando proveito disso, ou seja, da aproximação da CBF com os clubes cariocas! O Brasil precisa de pessoas que possuam caráter, vergonha na cara e honradas para poder serem dirigentes de entidades tão importantes como a CBF ou magistrados imparciais no STJD. Se isso não mudar, tudo vai continuar desse jeito, parciais!

Adriano Fabricio
3 meses

Excluir
Não é a toa que o futebol Brasileiro anda em decadência... Esse lixo de instituição (CBF) vem a anos favorecendo os seus "clubes de estimação" do eixo. E fazem de tudo para favorece-Los, nem que custe a credibilidade do campeonato. Injustiça é uma palavra que define muito bem o futebol brasileiro, e eu só posso dizer que tenho pena, pena pois não é a toa que nossa seleção vem apanhando das Europeias. Já o nosso clube, como sempre vem na contramão dessa fuleragem, contra tudo e contra todos. Vamos mostrando nossa força. E mostrando que não precisamos pedir pinico pra CBF. Então só posso concluir de tal maneira, se estamos incomodando eles estamos no caminho certo. Vamos Furacão....

Gilmar De Souza Costa
3 meses

Excluir
E fácil.. O Vasco e do "eixo".. o Athetico... Não... Infelizmente no Brasil estas coisas fazem a diferença. Por isso dificilmente seremos um país a ser levado a sério .. nas tá ver nossos governantes. Uma piada tanto no aspecto desportivo quanto no aspecto governamental, social, etc... Triste..