Time

Delegação do Athletico está em São Paulo (SP) para o desafio contra o Palmeiras

Foto: José Tramontin/athletico.com.br

Jogadores, comissão técnica e todo o estafe do Athletico Paranaense chegaram na tarde desta sexta-feira (1º) a São Paulo (SP), onde o Furacão enfrenta o Palmeiras. A partida deste fim de semana, válida pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro, coloca frente a frente duas das equipes que estão nas primeiras posições da competição.

Duelo que começa às 21h deste sábado (2), no Allianz Parque, na capital paulista. 

Concentração em Guarulhos 

O time rubro-negro desembarcou por volta das 15h no Aeroporto de Guarulhos, cidade da Grande São Paulo. Depois do treino realizado hoje (1º) pela manhã, no CAT Caju, a delegação com a equipe athleticana partiu de voo fretado de Curitiba para o Estado vizinho.

Neste momento, o Furacão está concentrado em um hotel da Grande São Paulo. Só sai dele poucas horas antes da partida no Allianz Parque.  

Programação pós-jogo 

Terminada a partida, a delegação paranaense permanece na Grande São Paulo. Passa ali a noite de sábado para domingo (3). E já no domingo (3), o Rubro-Negro segue para Assunção, no Paraguai.

Isso porque, na capital paraguaia, tem CONMEBOL Libertadores na terça-feira (5). No Estádio Defensores del Chaco, o Furacão enfrenta o Libertad pelo jogo de volta das oitavas de final. O duelo começa às 21h30 [horário de Brasília]. 

Como está o Brasileiro 2022 

Depois de 14 rodadas, o CAP está entre os líderes do Campeonato Brasileiro.

O Furacão conquistou 24 pontos. Palmeiras (29), Corinthians (26), Internacional (24), Atlético Mineiro (24) e Fluminense (21) completam a atual zona de classificação à CONMEBOL Libertadores de 2023. Veja aqui a classificação completa.

Palmeiras, Internacional e Athletico Paranaense foram as equipes que tiveram melhor desempenho no Campeonato Brasileiro no último mês de junho. O Rubro-Negro conquistou 66,6% dos pontos que disputou levando-se em conta as seis partidas do mês pelo Brasileiro. Palmeiras (77,77%) e Internacional (72,2%) tiveram os dois melhores aproveitamentos do mês.

Fotos: José Tramontin/athletico.com.br

Comentários